Braço de madeira de época romana encontrado na Inglaterra

Braço de madeira encontrado na Ingaterra | Oxford Archaeology East

O braço de madeira foi recuperado no fundo de um poço de época romana na zona de Northamptonshire.

A descoberta foi feta pela empresa Oxford Archaelogy no decurso de trabalhos arqueológicos na ampliação de um parque industrial em Warth Park, Raunds.

Escavaçáo do poço romano no qual foi recuperado o braço de madeira | Oxford Archaeology East

A preservação deste tipo de objetos é rara, neste caso o ambiente húmido e a ausência de oxigénio faiclitaram a conservação do braço. O arqueólogo Michael Bamforth, especialista em objetos de madeira, realizou o estudo do braço e pensa que não se trata de um fragmento de uma peça escultórica, mas sim uma peça única, provavelmente um ex-voto concebido com oferenda.

O objeto votivo representa o braço de um adolescente ou de um adulto pequeno e terá sido esculpido numa única peça de madeira que não apresenta marcas das ferramentas utilizadas durante a talha, o que é um indicativo de qualidade na manufactura.

O braço de madeira foi datado com recurso da prova do carbono 14 que apontou para um horizonte cronológico de 86 a 240 D.C., resultado coincidente com o expólio cerâmico recuperado no mesmo poço.

Pormenor do braço de madeira encontrado na Ingaterra | Oxford Archaeology East


Leia mais notícias de atualidade na Arqueozine