Ep. 672 Tânia Casimiro – Descoberta em Lisboa lixeira do século XIX com restos mortais de recém-nascidos

A descoberta de nados mortos numa lixeira do século XIX revela novos traços comportamentais da população lisboeta durante este período.​


Tânia Casimiro, investigadora no Instituto de História Contemporânea (IHC) e no Instituto de Arqueologia e Paleociências (IAP) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (NOVA FCSH), estuda a arqueologia contemporânea em Portugal com o objetivo de estudar e conhecer o dia-a-dia das pessoas comuns quer em ambiente rural, quer em ambiente urbano.

Fonte: Ep. 672 Tânia Casimiro – Descoberta em Lisboa lixeira do século XIX com restos mortais de recém-nascidos