Sepulturas descobertas em Loulé Velho intrigam os arqueólogos

Sepulturas descobertas em Loulé Velho intrigam a equipa de arqueólogos. Foram descobertas três estruturas romanas, uma das quais inédita na região algarvia.

Os trabalhos começaram há duas semanas e até ao momento, os investigadores identificaram várias sepulturas, que remontam aos séculos III/IV e VI. De forma retangular, foram construídas com materiais reaproveitados (fragmentos de telhas e tijolos) nas paredes. Foram ainda identificados um enterramento infantil e um adulto.

Uma das sepulturas apresenta características atípicas, pois foi construída com alvenaria de pedra e argamassa bastante resistente. O porquê desta diversidade no mesmo local é um enigma que está a intrigar a equipa.

«O que nos apareceu não são paredes, nem casas. São realmente construções porque são sepulturas, uma espécie de caixa que não é feita em pedra, mas sim em alvenaria argamassada. Não conhecemos aqui na região nada com estas características. São coisas novas para nós»,explica ao «barlavento» Rui de Almeida, investigador do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa (UNIARQ) e arqueólogo da Câmara Municipal de Loulé.

Fonte: Sepulturas descobertas em Loulé Velho intrigam os arqueólogos