Pedra de Circo Máximo de Roma exibida no Museu D. Diogo de Sousa

O fragmento do Circo Máximo de Roma que foi doado pelo Município de Roma ao Município de Braga nos anos 50 do séc. passado, está agora exposto no átrio do Museu de Arqueologia.

Um fragmento do Circo Máximo de Roma, que foi doado pelo Município de Roma ao Município de Braga aquando da inauguração do actual Estádio1.º de Maio, que à data era designado Estádio 28 de Maio em 1950, está agora depositado no átrio do Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, onde pode ser apreciado pelos bracarenses e visitantes.

A peça arqueológica do Circus Maximus que havia sido pedida pela Câmara Municipal de Braga na altura para ser exibida no estádio como memória da ligação de Bracara Augusta a Roma e ao Império Romano, acabou escondida pelo tempo e estava guardada há muito em mãos municipais e que agora o executivo, liderado por Ricardo Rio, quis devolver à comunidade.

Fonte: Pedra de Circo Máximo de Roma exibida no Museu D. Diogo de Sousa – Correio do Minho