Este terá sido o crime violento mais antigo da Península Ibérica – DN

Historiadores acreditam ter descoberto um dos casos mais antigos de morte violenta na Península Ibérica, numa necrópole com 6200 anos, por baixo de um campo de hóquei.

udo começou em 2007 quando as escavadoras chegaram ao terreno onde ia ser construído um campo de hóquei em San Fernando de Cádiz. As máquinas escavaram e logo pararam quando encontraram o que os arqueólogos mais tarde confirmariam ser uma enorme necrópole de 59 sepulturas construídas há 6200 anos. A maioria eram sepulturas individuais, nas quais foram encontrados bens também ali enterrados e que revelavam o grau de riqueza dos mortos. Numa das sepulturas apareceram os corpos de um homem e uma mulher abraçados, uma imagem que circulou pelo mundo na altura.

Passada mais de uma década, os arqueólogos concluíram que estavam perante um dos mais antigos casos de morte violenta na Península Ibérica.

Fonte: Este terá sido o crime violento mais antigo da Península Ibérica – DN