Intervenção arqueológica no Alto da Raia

A intervenção arqueológica procura validar a hipótese de que este sítio se possa tratar de um acampamento militar romano. Se assim for, este sítio arqueológico teria grande valor histórico para conhecer os processos de conquista e assimilação deste território por parte de Roma. O projeto é financiado pela Comissão Europeia através do projeto Finisterrae, liderado pelo arqueólogo da Universidade de Exeter, João Fonte, e conta com o apoio financeiro e logístico do Município de Montalegre, da Junta de Freguesia de Tourém, do Ecomuseu de Barroso e do Concello de Calvos de Randín.

Fonte: Intervenção arqueológica no Alto da Raia