Escavações mostram fortificação ocupada entre séculos III e IX em Miranda do Douro

Os campos de pedras fincadas postos a descoberto “são características defensivas” do período da Idade do Ferro.

Após quatro anos de escavações no castro de São João das Arribas, em Miranda do Douro, os arqueólogos colocaram a descoberto estruturas e objectos que situam a ocupação da fortificação entre os séculos III e IX d.C..

“A ocupação do castro de São João das Arribas, em Aldeia Nova, Miranda do Douro, situa-se entre antiguidade tardia e a Alta Idade Média. Esta foi a grande surpresa. Neste último ano, fomos também surpreendidos com o aparecimento de uma muralha com uma arquitectura diferente o que poderá ser um campo de pedras fincadas”, revelou à Lusa a arqueóloga Mónica Salgado.

Segundo a investigadora, os campos de pedras fincadas postos a descoberto “são características defensivas do período proto-histórico [Idade do Ferro]”.

“Estas áreas onde se encontra a muralha de pedras fincadas começaram a ser estudadas este último ano. Provavelmente, não vamos conseguir compreender na totalidade esta estrutura defensiva. Terá, assim, de ficar para trabalhos futuros”, concretizou a arqueóloga.

Fonte: Escavações mostram fortificação ocupada entre séculos III e IX em Miranda do Douro